2005-03-28

United Colors of Blogs

O que a blogosfera tem de melhor é a sua diversidade. Vejam bem este grupo de blogues, todos diferentes mas igualmente excelentes: a doce Ofeliazinha, o cinéfilo Matiné, o generalista Caso Bicudo e (mais uma vez nunca é demais!) a nossa querida Blue Shell.

4 comentários:

Ofeliazinha disse...

Obrigada pela referencia ao meu blog e ao seu doce comentário. Um doce abraço da Ofeliazinha.

João Duarte disse...

Para um recém-chegado à blogosfera, receber uma referência destas de alguém que gosta de escrever "de uma assentada" é um elogio que espero vir a merecer. Obrigado.

Flávio disse...

Que doçura, Ofeliazinha! Beijocas!

lol Obrigado pelo teu comentário, Zoombang. Ainda bem que falas nisso, porque creio que eu não me expressei lá muito bem nessa minha crónica da 'Depressão'. Quando falei em escrever 'de uma assentada', não quis dizer 'espontaneamente'. Infelizmente para mim, eu não consigo escrever quase nada de espontâneo.

Um texto, por mais simples ou banal que seja (e tudo o que escrevo são coisas simples ou banais), demora-me sempre uma eternidade a sair. E isto quer seja uma crónica de blogue, um trabalho da escola ou um guião de cinema. Não só pela minha preguiça, mas também porque exige sempre alguma preparação ou pesquisa (por exemplo, na crónica sobre o filme I'll See You In My Dreams, algures neste blogue). Para mim, a escrita é sempre um parto longo doloroso.

Quando falei em escrever de uma assentada, referia-me apenas à redacção, ao momento final e crucial de 'despejar para o papel'. Aí sim, é que tudo tem de acontecer num único fôlego. Mas isto não implica que não tenha havido alguma espécie de preparação antes. Há quase sempre essa preparação e só após muitas tentativas e dores de cabeça é que sai alguma coisa de jeito (quando sai...). Não sei se isto faz algum sentido, mas é assim que funciono.

Seja como for, é mais uma daquelas crónicas que vou ter de corrigir...

David Santos disse...

Flávio, desculpa o atraso...
mas mais vale tarde que nunca!

Muito Obrigado pela referência ao Matiné.

E continua o teu excelente trabalho, sempre que posso dou sp cá um salto.

Um Abraço