2007-10-22

Há Lodo no Cais

A arte de dizer mal bem: Há Lodo no Cais, dos mordazes José António Galvão e Susana Marques Esteves.

2 comentários:

Osvaldo Ribeiro disse...

Tu é que darias um tipo impecável, para que esse tipo com heterónimo fêmea também de três nomes - qual pretendente à presidência dos Estados Unidos - elaborasse uma dessas belas missivas que demonstram toda a sua disponibilidade de tempo útil. Até já estou a imaginar o nome de um dos seus diversos objectos de inveja no cabeçalho desse post: NUNO PIRES, versão alemã - aka Flávio.
Mas espera aí... ... ... pois é. Deste-lhe uma bela beijoca no rabinho. Ele deve ter carência disso. Porque se lhe tivesses criticado, além de levar com as suas birras pseudo-analíticas de miúdo mimado com falta de atenção, terias lido a mesma defesa de sempre com um «ora muito obrigado por ler e publicitar meu espaço».

Gosto tanto destes seres assexuados que tentam encavalitar-se nos ombros de outros para marcar uma posição que todos lhe negam. Longa vida aos frustrados pseudo-críticos dos pseudo-intelectuais.

Flávio disse...

Não sei quem é o Nuno Pires e não faço a mínima ideia do que estás a falar.