2005-10-28

Cavaco Silva

Uma das qualidades dos grandes líderes democráticos é a sua coragem física. Os titulares dos órgãos do poder político são meros intérpretes e mediadores da vontade do eleitorado e, nestas coisas, o melhor mesmo é falar directamente com o povo e ouvir as suas reivindicações. Por exemplo, o alemão Walther Rathenau era conhecido pelo seu carisma e contacto com as multidões de todos os estratos; todas as manhãs, à mesma hora, saia da sua casa na Grunewald e dirigia-se à Wilhelmstrasse num carro descoberto – apesar do perigo evidente para a sua segurança pessoal. Já os grandes dirigentes nazis só raramente saíam e, quando o faziam, rodeavam-se de verdadeiros exércitos – o que diz muito sobre a natureza do seu regime. Hoje e ressalvadas as devidas proporções, o nosso Cavaco Silva parece seguir o exemplo nazi em matéria de segurança pessoal: quando se trata de confrontar directamente as pessoas, ele é, na verdade, covarde como uma lebre. Todos nós vimos o espectáculo que se seguiu ao anúncio da sua candidatura: apesar de estar no interior do Centro Cultural de Belém e rodeado pelos seus próprios militantes, o Cavaco nem assim prescindiu de um autêntico regimento de guarda-costas. E se mesmo estes falhassem, o candidato podia ainda contar com a presença tutelar e silenciosa da sua poetisa de Boliqueime: «se não se portarem bem, levam com um poema».

4 comentários:

jorge disse...

pertinente!
um abraço.

cine7 disse...

Julgava que era a única que via algum, se não mesmo muito (des)crédito na política portuguesa e respectivos representantes. Acabadas as autárquicas que muitos danos causaram aos nossos ouvidos (carros de camapanha com musiquinhas irrritantes o dia todo), chegam as camapanhas políticas em virtude de um lugar à vaga em Belém. Quais três reis magos nós portugueses viajamos por vales e montes em busca de uma estrela que nos guie...contudo essa estrela/Presidente da República é cada vez mais uma figura simbólica de um sistema adormecido que é a república e a democracia. Veja-se agora o adiamento do referendo sobre o aborto... Como querem que as mentalidades evoluam se quem nos governa só dá passos para trás?
Vença Cavaco ou Soares as coisas ficarão sempre na mesma...dormência.
Isabel :)

l. reis disse...

espera, quando ele vencer já vais vêr o que o J.P.PEREIRA(GURO DA PALAVRA DITA E ESCRITA)vai fazer:
ACABABA LOGO COM ESTE E OUTROS BLOGS, E PIANINHO! OUVIRAM?

Flávio disse...

Pois, mas a «palavra escrita» correcta é 'guru' e não 'guro'.